Descobre a riqueza das vozes da lusofonia!

Crédito: portalveneza.com.br

Seguimos com o tema da lusofonia e da riqueza da língua portuguesa, geograficamente distribuída em praticamente todo o mundo.

O português é o idioma oficial único de 9 países – Angola, Moçambique, Portugal, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe – e uma das línguas oficiais de Timor-Leste, da Guiné Equatorial e de Macau.

Ele é também falado por uma parte da população em Espanha, Andorra, França, Luxemburgo, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Guiana, África do Sul e Namíbia e em territórios como Goa, Damão e Diu na India, Ilha das Flores, na Indonésia, Ilhas ABC, no Caribe, Malaca, na Malásia e Batticaloa, no Sri Lanka (Fonte: Mundo Educação).

E porque “a riqueza de uma língua se mede pela diversidade e pela inclusão das suas vozes”, pensei em criar para ti uma pequena lista de sugestões de escritores, comediantes e cantores de alguns países lusófonos, carinhosamente escolhida pela nossa Tribo Muxima.

 

Descobre a riqueza das vozes da lusofonia!
Lizha James, cantora Moçambicana

Ora aqui está ela:

Sugestões da Luiza, a nossa Tradutora de Sonhos: “Eu gosto demais de Carlos Drummond de Andrade (talvez bairrismo, porque é mineiro como eu) e de João Guimarães Rosa (também mineiro, hehehe); de Clarice Lispector, que é ucraniana mas veio pra cá e se tornou “brasileira” também, e de Conceição Evaristo”.

O escritor sugerido pela Elisabete Mesquita, Guia de Turismo em Portugal, é José Saramago; o poema que ela prefere inquestionavelmente é “Cântico Negro” de José Régio. “Quanto aos “cantor(es, porque é impossível escolher só um): Pedro Abrunhosa, Amor Electro, Jorge Palma, Ala dos Namorados…”

De Moçambique, o Simão Langa, Guia de Turismo, sugere-nos: Paulina Chiziane, vencedora do Prémio José Craveirinha de Literatura em 2003 e a primeira mulher a publicar um romance no país; no campo da música: Stewart Sukuma,  Mr. Bow e Lizha James, uma das maiores cantoras da África lusófona.

Em Letras encontras muitos vídeos e letras de canções dos países lusófonos.

O comediante preferido da Patrícia, a nossa Mágica da Tecnologia, é o português Ricardo Araújo Pereira e o programa dele “Isto é gozar com quem trabalha” . Aproveito para sugerir dois comediantes brasileiros: Paulo Gustavo, infelizmente recentemente falecido, com a sua divertida personagem Dona Hermínia , e Gregório Duvivier do Greg News.

 

 Dona Hermínia; Crédito Foto: O Fuxico

Por fim, aqui estão alguns dos meus livros preferidos: “Arroz de Palma” do escritor brasileiro Francisco Azevedo, um romance muito bonito e poético sobre a saga de uma família portuguesa imigrada no Brasil no Séc. XX; “Os da minha rua” do escritor angolano Ondjaki, que retrata a infância feliz de um menino de Luanda. É cheio de personagens e situações muito engraçadas.

Pronto, já tens com que te entreter neste fim-de-semana!

Beijinhos e abraços lusófonos e até breve!

Bárbara e a Tribo Muxima

About Author

muxima